Geral


Juscimeira está em luto com a morte de um dos seus pioneiros

O município de Juscimeira perde um dos seus pioneiros. Faleceu na manhã deste domingo (04/03), o Padre Geraldo Hanning, conhecido pelo seu grande trabalho em prol dos juscimeirenses. Ele atuou juntamente com os irmãos na diocese Rondonópolis. O velório acontecerá na Igreja da Matriz de Juscimeira, a partir das 15 horas. O sepultamento deverá ocorrer na segunda-feira (05/03) após a Missa de Corpo Presente, que acontecerá às 16 horas, na Matriz. 

O prefeito Moisés dos Santos, no uso das suas atribuições legais, decretou luto oficial de três dias com ponto facultativo na segunda-feira (05/03). 

 

HISTÓRIA DOS IRMÃOS HENNING

Fundada no dia 1º de janeiro de 1968, a Paróquia Bom Jesus de Juscimeira fica situada na BR-364 entre Rondonópolis e Jaciara. Originalmente toda a região da paróquia pertencia à diocese de Guiratinga, pois a divisa entre as duas Prelazias foi marcada entre os rios Tugore e o Rio São Lourenço. Por isso os primeiros padres que atenderam a região foram os padres de Poxoréu. Os moradores mais antigos se recordam ainda do Pe. Pedro que, a cavalo, andava de gleba em gleba, pois nessa época toda a região recebeu muitos migrantes, na maioria do nordeste, que devido à fertilidade das terras, abriu muitas glebas na região.

Devido à posição geográfica, com a fundação da Paróquia de D. Aquino, a região de Juscimeira passou a ser atendida pelos padres desta nova paróquia. Muito falado e famoso na memória do povo até hoje ficou o nome de Pe. Tiago, que foi o primeiro pároco de Dom Aquino. Ele, não gostava de andar a cavalo, e trilhou a pé quase toda a região, com sua mochila nas costas.

Quando foi aberta a nova BR- 364 entre Rondonópolis e Cuiabá, D. Vunibaldo ficou numa situação complicada, pois para se deslocar de Rondonópolis a Jaciara e à Chapada dos Guimarães, tinha de atravessar o território da Diocese de Guiratinga. Vendo que a demarcação do território das duas prelazias estava fora dos parâmetros, Dom Vunibaldo e Dom Camilo sentiram a necessidade de se organizar territorialmente. Por meio de um acordo entre os bispos, a paróquia de Juscimeira passou a pertencer à diocese de Rondonópolis.

Com a missão de pastorear a nova paróquia, Dom Vunibaldo teria que conseguir um pároco para tomar conta da nova comunidade. Em suas viagens à Diocese de Fulda, na Alemanha, o bispo soubera da existência de padres dispostos a vir para o Brasil e solicitou que esta Diocese encaminhasse padres para a região de Juscimeira. No mês de dezembro chegou o padre João Henning que com entusiasmo começou a sua luta pela nova paróquia e um ano depois, chegava à região, o seu irmão, padre Mário Henning para auxiliar nos trabalhos.

Com a chegada dos padres, a comunidade passou a ter uma liderança mais presente e ativa nesta localidade. Padre João, não tendo lugar para celebrar as missas, inicialmente usou a escola e sua moradia para reunir a comunidade.

Com muito entusiasmo, os dois irmãos padres começaram a construção da igreja em junho de 1969 numa área que ficou no meio das duas glebas. Assim, a igreja matriz tornou-se o símbolo da união de Juscimeira, que politicamente ainda pertencia a Jaciara. No dia 24 de junho de 1970 D. Vunibaldo, numa procissão solene transferiu o Santíssimo para a nova Igreja.

No setor social a paróquia conta, desde 1971, com o movimento Kolping Internacional que ajudou na implantação de escolas profissionalizantes em Juscimeira, mais tarde também em Rondonópolis e Pedra Preta. Muitos mecânicos e marceneiros aprenderam esta profissão e com um diploma do governo passaram a trabalhar em vários lugares do território nacional. O centro da Obra Kolping do Mato Grosso está hoje em Rondonópolis e tem aos seus cuidados dezesseis comunidades Kolping espalhadas em várias cidades.

No ano de 1978 o padre João fundou a Cooperativa Mista Agropecuária de Juscimeira Ltda, com a abreviatura de COMAJUL, na região do vale de S. Lourenço com abrangência nos municípios de Juscimeira, Jaciara e D. Aquino e tem filiais em Cuiabá, Várzea Grande, Nova Brasilândia e Gleba Ranchão, esta última, no município de Nobres e é uma colonização da COMAJUL, onde 130 famílias Sem Terra possuem agora seus lotes e há quatro anos produzem na região. A fundação da Cooperativa colaborou para a permanência de muitos pequenos lavradores na região. Assim, em volta de Juscimeira vivem hoje muitos pequenos sitiantes sócios da cooperativa, que levam seus produtos para a COMAJUL, ficando esta responsável pela redistribuição do leite em Cuiabá.

Em janeiro de 1985 chegou em Juscimeira, o terceiro dos irmãos Henning, o Pe. Geraldo que atualmente cuidou da região de São Pedro, um lugar onde moram muitos trabalhadores de cana, pessoas pobres que lutam pela sobrevivência. Pelos dados consultados, Juscimeira é uma das poucas paróquias do mundo, onde três irmãos padres trabalham juntos, uma curiosidade e ao mesmo tempo, um privilégio para os moradores da região.

Desde o começo trabalham na paróquia as Irmãs Catequistas Franciscanas e muitas moças de Juscimeira também seguiram a vocação religiosa e se tornaram catequistas franciscanas. Um trabalho muito importante realizado pelo padre Mário Henning é a motivação para vocações sacerdotais. Os primeiros vocacionados na região foram motivados pelo Frei Corbeniano que no ano de 1974 esteve em Juscimeira. Hoje a paróquia já tem dois clérigos franciscanos em Campo Grande que estudam Teologia e Filosofia, três noviços franciscanos e um noviço da Sagrada Família em Januária/ MG. No seminário dos franciscanos em Rondonópolis estão quatro candidatos e mais nove em Rio Brilhante/MS.

“Queira Deus que a nossa Paróquia possa ter a alegria de ver muitos dos seus filhos abraçarem a vida consagrada como padres e irmãs”(HENNING, 2010). A paróquia reza muito pelas vocações, especialmente cada primeira sexta-feira do mês na procissão de penitência na madrugada e à noite, na missa solene com a bênção do Santíssimo Sacramento.

A Paróquia tem como padroeiro o Senhor Bom Jesus e atende a vinte e uma Comunidades, dentre elas, São Pedro da Cipa, Santa Elvira, Irenópolis, Placa Santo Antonio e muitas outras .Cada mês os responsáveis das Comunidades se reúnem na chácara da paróquia para aprofundar a fé e receber mais capacitação com vistas à atuação dos leigos como “missionários da sua gente”. Uma vez por ano a paróquia se reúne numa grande concentração no dia de “Corpus Cristi”.

Na paróquia funcionam vários movimentos: o Apostolado da Oração, o Movimento de Cursilho de Cristandade e a família Kolping. A primeira onda de colonização da paróquia era formada por pessoas provindas do nordeste. Depois chegaram os mineiros. Por último vieram colonos do sul do Brasil. Com as bênçãos de Deus o trabalho realizado na paróquia Bom Jesus tem contribuído para o fortalecimento na fé entre os moradores de Juscimeira e para o crescimento da Diocese de Rondonópolis.

A paróquia conta com vinte e uma comunidades urbanas e rurais: Centro – Matriz, Banco da Terra, Beleza, Água Quente, Pinguela, Irenópolis , Santo Expedito – Dist. de Santa Elvira, Patagônia – São Pedro da Cipa, Santa Elvira, Beroaba – Distrito de Santa Elvira, Corguinho – Distrito de Irenópolis, Grota Vermelha – Distrito de Santa Elvira, Placa Santo Antonio – Distrito de Sede, Piteira – Distrito Sede, Córrego Mateiro – Sede de Distrito, Gleba Pombal – Sede de Distrito, São Pedro da Cipa – Sede de Município, Nossa Senhora das Dores, São Francisco e Canta Galo.

Para Paróquia de Juscimeira um fato notável foi no dia 24 de agosto de 2010. Faleceu padre João Henning que há 43 era missionário na Diocese de Rondonópolis-Guiratinga. Pe. João celebrou no dia 07 de julho de 2010, 76 anos de idade e no dia 14 de abril completou 48 anos de sacerdócio. Foi ordenado diácono em 1961 e padre no dia 14 de abril do ano seguinte, na catedral de Fulda (Alemanha). Seu sonho de ser missionário se realizou quando chegou ao Rio de Janeiro no dia 15 de junho de 1967 para ser missionário no Brasil. Ficou em Petrópolis com os frades Franciscanos para aprender a falar a língua portuguesa enquanto isso trabalhou na Baixada Fluminense (RJ). Em outubro desse mesmo ano chegou a Pedra Preta substituindo Frei Servácio que estava muito adoentado. Em dezembro Dom Wunibaldo apresentou-lhe a Paróquia Bom Jesus de Juscimeira. E aí viveu sua missão. Junto com a comunidade construiu escola ea casa paroquial e a casa para as Irmãs Catequistas. Em 1969, Pe. Mário Henning chega ao Brasil e os dois iniciam as atividades pastorais organizando as comunidades cristãs. Em 1987 foi transferido como Pároco de Campo Verde, paróquia São Cristóvão e em 2006 retornou para a missão na Paróquia Bom Jesus. Seu nome está ligado a COMAJUL, SICREDI E OBRA KOLPING. Essas entidades foram por ele criadas com objetivo de promover os pequenos agricultores, de mantê-los na terra e progredirem com melhores condições de vida. Adquiriu com recursos vindos de seu país oito tratores que favoreciam a produção agrícola que depois gerou uma cooperativa de produção, e mais tarde tornou-se a cooperativa de leite denominada COMAJUL. Desenvolveu bem, chegando a 17 filiais em Mato Grosso.

Em 1981 fez a colonização na Gleba Ranchão, 500 km de Juscimeira; naquela época 300 famílias receberam terras. Preocupado com a educação integral da juventude trouxe da Alemanha para o Brasil o sistema educativo da Obra Kolping, em 1971. As comunidades Kolping cresceram, chegando a 30 em todo o Mato Grosso. Na Kolping as pessoas recebem formação cristã e profissionalizante cultivando o espírito comunitário e o lazer. Trouxe também para Mato Grosso o sistema cooperativo de crédito, o SICREDI. Já adoentado, com alta crise de diabete, viu sua perna amputada e com dificuldades de locomoção. No dia 24 de agosto seu coração não resistiu a veio a falecer. Grande comoção. Seu corpo foi sepultado num túmulo ao lado da torre da Igreja Matriz Senhor bom Jesus.

Em fevereiro de 2014 Pe. Jefferson Klayton V. Aragão assume como vigário auxiliar nos finais de semana na Paróquia Senhor Bom Jesus, juntamente com seminaristas que fazem o estágio pastoral.

No dia 1º de janeiro de 2017, em comum acordo com o bispo D. Juventino Kestering, o Provincial dos Frades Menores Missionários na pessoa de Frei Gabriel e a Paróquia Senhor Bom Jesus a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em Fátima de São Lourenço passa novamente aos cuidados da Paróquia senhor Bom Jesus. E no dia 05 de fevereiro de 2017, Pe. Lauri Rodrigues da Silva assume como vigário coadjutor na Paróquia Senhor Bom Jesus, ajudando o Pároco Pe. Mário Henning que já alcançou mais de oitenta anos.

 

 

 


Publicado em 04/03/2018

Fonte: Assessoria de Imprensa


Últimas Notícias

2018 © Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Juscimeira - Mato Grosso - CEP: 78810-000