Assistência Social


Secretária comunica que o projeto de auxílio ainda deverá passar pelo Congresso para ser sancionado

A Prefeitura de Juscimeira, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, informa a população que o auxílio emergencial, aprovado ontem (26/03), para trabalhadores autônomos, desempregados e microempreendedores de baixa renda, ainda não recebeu instruções do Governo Federal.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Social, Silvani Gomes, para que o benefício entre em vigor, no entanto, a proposta ainda precisa ser aprovada pelo Senado e receber sanção do presidente Jair Bolsonaro e que no momento não está sendo feito nenhum cadastro para o mesmo.

“Após a divulgação da aprovação do auxílio, muitos cidadãos juscimeirenses estão procurando o Centro de Referência Social (CRAS) e entrando em contato através do telefone para cadastrar ao benefício, o qual ainda faltam passar por duas etapas. Assim que for sancionado e tivermos todas as orientações iremos divulgar amplamente para nossa população”, ressaltou.

A secretária destacou que o auxílio terá como objetivo proteger segmentos mais vulneráveis em meio à crise econômica gerada pela pandemia do coronavírus, sendo que o texto aprovado pelos deputados prevê que o benefício emergencial terá duração inicial de três meses, podendo ser prorrogado por mais três meses.

“Assim que a proposta entrar em vigor, também será estabelecido que até dois membros da mesma família poderão receber o benefício, somando uma renda domiciliar de R$ 1.200. Já mulheres que sustentam lares sozinhas poderão acumular dois benefícos individualmente”, concluiu.Auxílio emergencial ainda falta passar pelo Congresso e ser sancionado pelo presidente


Publicado em 27/03/2020

Fonte: Assessoria de Imprensa PMJ


Últimas Notícias

2020 © Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Juscimeira - Mato Grosso - CEP: 78810-000